quinta-feira, 29 de outubro de 2015

QUANDO UM PAÍS INTEIRO DELIBERADAMENTE SALTA PARA O ABISMO.


Louis Frankenberg – 30-10-2015

Como cidadão comum que sou, frequento toda sorte de ambientes. Relaciono-me com bastante facilidade, seja onde estiver e, atualmente não passa um minuto para que a conversa com colegas e amigos não resvale para o estado caótico em que se encontra nosso país, sob quaisquer pontos de vista que se queira abordar.
São os incríveis e quase surrealistas escândalos revelados, são também os bandidos de quaisquer calibres que já não temem a polícia, praticando crimes hediondos em todas as cidades e rincões do país, são igualmente os aumentos constantes de preços, que elevam a inflação a novos patamares não vistos há muito tempo, são ainda nossos políticos e dirigentes que, apesar de estarem sendo pegos em flagrante com provas e tudo o mais, que continuam impunes e, criminosamente são absolvidos em alguma instância superior ou até mesmo anteriormente blindados para que nenhuma instância, órgão da imprensa ou autoridade possa lhes incomodar ou condenar.
Preciso continuar citando outros malfeitos ou deixemos que cada leitor se lembre de mais uma dúzia ou mais de outras razões para estarmos tão pessimistas?
Igual ao nosso grande estadista do passado Ruy Barbosa, estou cansando de ser honesto, vendo a impunidade, a injustiça, a sem-vergonhice e a corrupção triunfarem e então, uma imensa sensação de absoluto vazio, desesperança, desilusão e depressão me atingem em cheio e me desanimam.  
Penso comigo que, se eu, já em estágio de terceira idade
atualmente tenho essas crises de desespero, imaginem outras pessoas que agora mesmo estão perdendo seus empregos, cada dia mais endividadas e não podendo nem mais oferecer aos seus filhos uma Pátria decente  ou sonhar com um futuro melhor para eles! Ai, que coisa triste.
Um só pensamento me acompanha nos últimos tempos; será que homens e mulheres de bem, ou seja, aqueles autênticos LIDERES que acreditam e tem fé em nosso país, não conseguem se reunir e gritar bem alto; BASTA de experiências mal sucedidas, de mentiras, de pessoas sem qualificação profissional e absolutamente sem moral que nos dirigem, o que então podemos esperar?
Conclamo encarecidamente aos nossos líderes de bem e decentes, porém hoje encolhidos, que se manifestem de mil diferentes maneiras  para que possamos sair desse incrível “faz de conta” que não nos levará a absolutamente nada!
Humildemente e encarecidamente peço a eles  que se manifestem alto e de bom som, pois precisamos aglutinar o povo com uma inspiradora nova liderança, para pedir, não exigir, uma nova ordem, pois o que está por aí não mais nos satisfaz!
Eu, apenas um bem sucedido profissional liberal, que antes tinha orgulho de proclamar aos quatro ventos que tínhamos aqui em nosso país executivos e profissionais liberais de grande capacidade, dirigindo empresas comerciais, industriais, financeiras e de prestação de serviços de sucesso, formados aqui mesmo e alguns,

 até com pós-graduações, mestrados e doutorados no exterior.  Não posso crer que não mais existem.
Além disto,ainda temos nossos excelentes juízes, intelectuais e outros pensadores de ponta que podem nos ajudar a encontrar um novo futuro, novos objetivos para que novamente possamos nos orgulhar do Brasil.
Onde então, estão todos eles? Tenho certeza que continuam por aí, igualmente envergonhados como eu, escondendo-se  pois, caso quisessem colaborar na administração de nosso país, teriam de abdicar de suas próprias crenças saudáveis e progressistas, participando das benesses, ágapes e incríveis atos desonestos na qual se transformou a administração pública Federal, Estadual e Municipal do Brasil. 

Ansiosamente, aguardo há meses - ou será que já são anos – alguma inesperada edição simultânea de todos os jornais de vanguarda do país, de todas as emissoras radiofônicas e televisoras em uníssono, de todas as redes sociais da moda como, por exemplo, Facebook, Linkedin etc e demais entidades associações civis e ONG's com alguma importante e libertadora proclamação e mensagem à Nação e ao seu povo descrente e desiludido, afirmando categoricamente que precisamos imediatamente trocar esses desgastados  e apodrecidos poderes existentes e respectivas lideranças por novas, transparentes e inovadoras. 
Precisamos mudar o que está por aí e o quanto antes!
Estou pedindo o absurdo?

São Paulo, 30 de Outubro de 2015.
Louis Frankenberg,CFP
Um desiludido cidadão.
e-mail;perfinpl@uol.com.br





 

2 comentários:

Unknown disse...

Olá Frankenberg, a situação é delicada e acredito que ainda não atingimos o fundo do poço !!!

Souza Altamiro disse...

Caro Louis Frankenberg, mais uma vez você demonstra toda a decepção que temos atualmente, não só dos homens públicos que dirigem está nação quanto daqueles que poderiam mudar o ' Status quo" que aí se encontra. O que mais podemos falar das mídias, que somente se importam em vender os seus produtos sem tomar ações corajosas para combater o que está errado. Quem na verdade, se interessa pelo bem do País? Onde estão os valorosos filhos desta nação que poderiam com a sua influência e conhecimento, imprimir um novo rumo a este País? Eu me pergunto se nos deixamos alienar, a tal ponto, de aceitarmos estes desmandos sem nada fazer? Precisamos lutar por este País, por uma nova ordenamento político, por uma nova ordem econômica que realmente nos dê uma visão de futuro mais clara e objetiva do que a atual. Precisamos mudar radicalmente tudo o que aí se encontra se quisermos realmente prosperar como País e evoluir como cidadão. Com a sua licença, faço minhas as suas palavras tão bem escritas que nos incentiva, que nos chama a reflexão da situação gravíssima pelo qual passa o nosso querido País.